Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2012

Pois bem, como já disse anteriormente o tema do lindo casamento da minha irmã, que será este ano, é Paris! E tal como eu disse eu cá estarei para falar dos pormenores dela em que entra o tema. Ontem falei dos deliciosos macarrons que existiram nas sobremesas, hoje falo do convite...

Depois de muita pesquisa, estudo e design chegamos ao convite final... tal como o tema indica teria que ser algo super fofo e romântico e que fosse alusivo ao tema. Como tal aqui ficam umas fotos do que consguimos fazer (nem vos conto o trabalho que deram!!)... podem ver também numa das fotos o cesto dos cones de arroz também feitos por nós :)

 

 

 

 


Os meus temas: , , ,

publicado por Cupcake às 11:59 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Terça-feira, 24 de Janeiro de 2012

Pois é, o tema do casamento da minha lindaaaaaa irmã é Paris :) e como tal vai ser só coisas fofinhas, românticas e deliciosas, pois é! Na parte das sobremesas vai ter direito a macarrons :)

 

Iupiii, tá-me a dar tanto prazer ajudá-la nestes preparativos :D

 


Os meus temas: , , ,

publicado por Cupcake às 12:38 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2012

aqui vos deixo este texto com o intuito de que posso ajudar alguém que esteja nesta situação. como já passei por ela sei o quanto custa mas também sei que é possível "esqueçer"...

 

"Como é que se esquece alguém que se ama? Como é que se esquece alguém que nos faz falta e que nos custa mais lembrar que viver? Quando alguém se vai embora de repente como é que se faz para ficar? Quando alguém morre, quando alguém se separa - como é que se faz quando a pessoa de quem se precisa já lá não está?
As pessoas têm de morrer; os amores de acabar. As pessoas têm de partir, os sítios têm de ficar longe uns dos outros, os tempos têm de mudar Sim, mas como se faz? Como se esquece? Devagar. É preciso esquecer devagar. Se uma pessoa tenta esquecer-se de repente, a outra pode ficar-lhe para sempre. Podem pôr-se processos e acções de despejo a quem se tem no coração, fazer os maiores escarcéus, entrar nas maiores peixeiradas, mas não se podem despejar de repente. Elas não saem de lá. Estúpidas! É preciso aguentar. Já ninguém está para isso, mas é preciso aguentar. A primeira parte de qualquer cura é aceitar-se que se está doente. É preciso paciência. O pior é que vivemos tempos imediatos em que já ninguém aguenta nada. Ninguém aguenta a dor. De cabeça ou do coração. Ninguém aguenta estar triste. Ninguém aguenta estar sozinho. Tomam-se conselhos e comprimidos. Procuram-se escapes e alternativas. Mas a tristeza só há-de passar entristecendo-se. Não se pode esquecer alguem antes de terminar de lembrá-lo. Quem procura evitar o luto, prolonga-o no tempo e desonra-o na alma. A saudade é uma dor que pode passar depois de devidamente doída, devidamente honrada. É uma dor que é preciso aceitar, primeiro, aceitar.
É preciso aceitar esta mágoa esta moinha, que nos despedaça o coração e que nos mói mesmo e que nos dá cabo do juízo. É preciso aceitar o amor e a morte, a separação e a tristeza, a falta de lógica, a falta de justiça, a falta de solução. Quantos problemas do mundo seriam menos pesados se tivessem apenas o peso que têm em si , isto é, se os livrássemos da carga que lhes damos, aceitando que não têm solução.
Não adianta fugir com o rabo à seringa. Muitas vezes nem há seringa. Nem injecção. Nem remédio. Nem conhecimento certo da doença de que se padece. Muitas vezes só existe a agulha.
Dizem-nos, para esquecer, para ocupar a cabeça, para trabalhar mais, para distrair a vista, para nos divertirmos mais, mas quanto mais conseguimos fugir, mais temos mais tarde de enfrentar. Fica tudo à nossa espera. Acumula-se-nos tudo na alma, fica tudo desarrumado.
O esquecimento não tem arte. Os momentos de esquecimento, conseguidos com grande custo, com comprimidos e amigos e livros e copos, pagam-se depois em condoídas lembranças a dobrar. Para esquecer é preciso deixar correr o coração, de lembrança em lembrança, na esperança de ele se cansar." 

Miguel Esteves Cardoso, in 'Último Volume'

 

 


Os meus temas: , , ,

publicado por Cupcake às 09:39 | link do post | comentar

Sexta-feira, 13 de Janeiro de 2012

pois é, este ano começo por falar do frio :)

 

hoje sinto-me como este, só que não tenho rabinho para me proteger hehehe


Os meus temas: ,

publicado por Cupcake às 22:09 | link do post | comentar

Olá e obrigada por me visitarem. Eu sou uma rapariga amante da vida, que gosta de partilhar algumas das suas opiniões e pensamentos. Eu adoro o look chic classico e moda intemporal, viajar, fotografia, livros, museus, arte e claro, de viver, viver muito!
mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
30


Elianisses...

Miss you

15-6

Twin Sister's

Weekend movies

Carta para Ti

Dreaming with the day...

Filme cuja estreia espero...

filmes do fim-de-semana

Campanha de incentivo á l...

2012/2013

Dor

FELIZ NATAL

ESTADO DE HOJE

Board Ilustrations ♥

Rain = ALERTA VERMELHO

Cenário...

Carta ao Pai Natal...

Destaque 2...

como vai a coisa...

Lost...

Made by me...

If Only

my new watches...

coisinhas de hoje...

the road to happiness...

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Os meus temas

todas as tags

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Save the date DIY

Sozinha

o dia da Princessa

links
Quantos me visitam
Contador de VISITAS
playlist

MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com
subscrever feeds